Um pensamento

By SS Martinelli - terça-feira, abril 12, 2011

Funâmbulas do alaúde,
nossos movimentos refletem o equilibrar da vida.
Aquelas que transformarem a arte em arte terão seus ventres abençoados.
Sob os olhares de Innana,
resgatamos o amor e recriamos a vida.
O sentir não pode ser sucumbido,
a plástica é irreal, o natural deve ser cultuado.
Não arranquem suas raízes,
sua semente deve ser plantada em terra fértil. 
A cada piscar,
um encontro com seu mais profundo saber.
Hoje, eu sou você;
Hoje, eu somos nós;
Hoje, todas somos uma.













*Escrito por SSMartinelli

  • Share:

You Might Also Like

0 Ebulições