A Santa Mística

By SS Martinelli - quarta-feira, maio 20, 2015

Em uma época em que toda mística era julgada e queimada, poucas conseguiam coragem, e porque não criatividade, para continuar a exerceu o que é nosso de direito. Até os dias de hoje, por mais que o resgate do feminino esteja a todo vapor, não é difícil nos deparamos com preconceitos, tentativas de bloqueios, imposições comportamentais e corporais e alienação da essência. Exemplos de realizações bem sucedidas, independente do contexto religioso, profissional, curativo, político e etc.,  são de grande na ajuda na batalha pela libertação. Inspiração de hoje Catarina de Bolonha:

Santa Catarina de Bolonha nasceu em Ferrara, Itália em 1413,  sua vida foi envolta em eventos extraordinário, ela é considerada uma das grandes mística da idade média  seu trabalho mais auspicioso gira em torno do tratado autobiográfico e didático  – As sete armas espirituais -, que oferece ensinamentos "de grande sabedoria e profundo discernimento" sobre as tentações do mau.

São eles:

  • 1. ter cuidado e preocupação de trabalhar sempre para o bem;
  • 2. crer que, sozinhos, nunca poderemos fazer nada de verdadeiramente bom;
  • 3. confiar em Deus e, por seu amor, não temer nunca a batalha contra o mal, seja no mundo, seja em nós mesmos;
  • 4. meditar com frequência nos eventos e palavras da vida de Jesus, sobretudo sua Paixão e Morte;
  • 5. recordar-se que devemos morrer;
  • 6. ter fixa na mente a memória dos bens do Paraíso;
  • 7. ter familiaridade com a Sagrada Escritura, levando-a sempre no coração para que oriente todos os pensamentos e todas as ações.

Prece da Santa ( seu dia 9 de maio) :

Da vida nova e Abundante

Deus, nosso pai, vós cativais mais do que ninguém; vós seduzis com vosso amor.

Senhor, nosso Deus e Pai, em Jesus vós nos rasgaste para nos mostrar a vossa morada santa: a vida será preservada e mantida, pois vós estais conosco, e para sempre é o vosso amor.

Vinde, pois, Senhor, no murmúrio de vida que persiste em cada coração.

Vinde, Senhor, no anseio de liberdade e de libertação que permeia a consciência dos povos oprimidos; no senso de justiça e de solidariedade que se oculta nas entranhas das nações ricas e opulentas, mas carentes de ideais e promessas benditas e venturosas.

Vós, Senhor, cativastes o homem, atraindo-o para vós, mostrando-lhe que amando-vos que se descobre como pessoa, e o sentido da vida é revelado.

Séculos se passaram desde que a energia mística feminina começou a ser "caçada" e ainda assim, sempre é possível encontrar maneiras de vivenciar nossos potenciais sagrados ;)


  • Share:

You Might Also Like

0 Ebulições