O músico egípcio que entrou para história

By SS Martinelli - domingo, outubro 27, 2013

Egípcio, Samir Sorour  foi descoberto pelo grande mestre do alaúde Baligh Hamdie. Samir  foi  um dos primeiros saxofonistas do mundo a adaptar este instrumento a música oriental. Ele trabalhou com grandes músicos da sua época, tais como Abd El Halim Hafez  e Fayza Ahme.

Lançou seis álbuns solos intitulados "Aachik Assax" (The Sax apaixonado) algumas de suas canções: "Zay El Hawa" (composto por Baligh Hamdi ), " Ya Waheshny " (composto por Farid El Atrache ) e " Betesal Leih Alaya " (composto por Fouad Helmy ). Samir colaborou e compartilhou com a nova geração toda sua experiência e conhecimento.

Seu saxofone o acompanhou até o último suspiro. Dizem que o instrumento foi oferecido por um admirador rico e que era feito todo em ouro. Samir morreu em 31 de maio de 2003, deixando para atrás uma herança musical e tanto! Conheça seu trabalho, clique aqui.


  • Share:

You Might Also Like

3 Ebulições

  1. Muito grata pela dica!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, era o post que eu estava precisando!! Nesses dias estava pesquisando sobre dança do ventre e sax para uma apresentação de fim de ano e não encontrava quase nada. Agora encontrei o post ideal! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flora fico feliz que post te ajudou :) bjus bom final de semana!

      Excluir