A verdadeira bailarina da dança oriental

By SS Martinelli - quinta-feira, outubro 21, 2010

A verdadeira bailarina da dança oriental sabe que a fama é ilusão; Que o culto ao corpo não pode nunca ultrapassar o culto á alma; Que o egoísmo, mesquinharia, fofoca e falsidade não fazem parte do seu vocabulário; Ela sabe que será sempre uma eterna aprendiz; Sabe reconhecer seus defeitos e talentos; Sabe dialogar...

Ela busca a dança como forma de iluminação e contato com o divino, Ela busca o conhecimento profundo; Ela não julga o desempenho de outras bailarinas; Ela é humilde o bastante para reconhece seus limites e seus desafios; Ela ensina por amor e com muita dedicação...

Ela não esconde conhecimento, nem julga ser melhor do que ninguém; Ela sabe que currículo não faz a dança; Que dinheiro e sucesso são consequências; Seu maior desafio é ensinar suas alunas a serem melhores do que ela...

Ela será sempre grata àquelas mulheres que lhe ensinaram o caminho do "ventre" e abriram-lhe as portas para o mundo misterioso do sagrado feminino.



  • Share:

You Might Also Like

1 Ebulições