Mito do SoL por Tatiana Cantarino

By SS Martinelli - quinta-feira, novembro 19, 2009


Há muitos e muitos anos atrás, quando só existia sobre nosso planeta o marrom da terra, o azul das águas e o verde das árvores, existia uma bola de fogo que chamamos de Sol – que era o responsável por iluminar toda a superfície terrestre. O Tempo ainda não existia e o Sol se sentia muito sozinho.


Porém, não se sabe como nem por quê, ele avistou bem na sua direção outra enorme bola, bem diferente dele mesmo. Essa bola tinha uma cor que ele não conhecia e parecia refrescá-lo. O Sol ficou perdidamente apaixonado e resolveu correr atrás dela. Mas, ele tinha uma preocupação – não poderia se aproximar muito do marrom, do azul e do verde para não machucá-los. Resolveu, então, fazer o trajeto em semi-círculo.


Mas qual foi sua tristeza quando finalmente chegou do outro lado e não mais avistou aquela belezura! Onde ela poderia ter se escondido? Ele tomou uma decisão: não sossegaria enquanto não encontrasse aquela que se tornou sua Amada Imortal.


Esta é a história de amor entre o Sol e a Lua que começou no que conhecemos por Wesak e deu origem ao Tempo e às Estações.


*A criação desse mito, faz parte da Experimentação!


  • Share:

You Might Also Like

0 Ebulições